Seminário Bíblico Internacional

examinando cada dia nas escrituras se estas coisas eram assim” At 17.11

 FÉ e INTENÇÃO    CURSOS e MATÉRIAS     NOTAS     SALA DE ESTUDOS    ABNT     APOIO  

Perdi meu pai, perdi minha mãe e perdi minha irmãzinha

 

Leia este impressionante testemunho de um jovem de 15 anos

Arquivo em Word 4 páginas...

Clik aqui...

(procuro colaborador para

editar este folheto)

Caixa de texto: Balm editorial     -     Power & Anoint     -     SFS     -     winner     -     2009 / 2017

 

Aulas: 2 e 5ª  horário: 19.30 às 21:30

Telefones: manhã 3396-1351 tarde 3396-8101 OI 98681-9261 WhatsApp Email: pastor@prsilvio.com.br

C U R S O S

Biblico Ministerial e Liderança Cristã   -   BMLC

Ênfase em Evangelismo   -   EVA

Capelânia   -   UCEBRÁS   -   CAP

Missões   -   MIS

Aperfeiçoamento Bíblico   -   APB

Módulo Interativo   -   MOI

Estudos e Pesquisas da Palavra Profética   -   EPP

Núcleo de Estudos Pré-Tribulacionistas   -   NEPT   

BÍBLICO MINISTERIAL e LIDERAÇA CRISTÃ

M A T É R I A S

 

1º semestre  -  Hermenêutica, Homilética, Apologética e Escatologia

2º semestre  -  Análise de Hebreus, Panorama de louvor e Adoração, Dons do Espírito, Teologia Sistemática (Teísmo).

3º semestre  -  Epístolas Pastorais, Cristologia, Liderança Cristã e História da Igreja.

Matérias Complementares:  ANGELOLOGIA, Cartas às Igrejas, Ênfase em Evangelismo, Panorama Bíblico.

A mente de Cristo, O Sangue, Israel e a Igreja e Cartas às Igrejas

Caixa de texto: Formandos Módulos “O” e “P”
8   de   Julho   de   2017 
Bíblico Ministerial e Liderança Cristã

Para informações e seminaristas: seminaristas@sebinter.com.br

A Besta ainda está por vir

"Vem o Anticristo" ( I João 2:18 )

 

Um dos últimos sinais do fim, ao qual a Bíblia dedica diversos capítulos, é o surgimento de um governo mundial liderado por um tirano possuído pelo diabo conhecido como o Anticristo ou "a besta". O capítulo treze do Livro do Apocalipse diz que o mundo, na verdade, vai adorar satanás personificado nesse líder mundial desumano. "E adoraram o dragão [o diabo] que deu à besta [o Anticristo] a sua autoridade, e adoraram a besta" (Apocalipse 13:4).

 

O palco está rapidamente sendo preparado para o mundo aceitar uma liderança mundial. O famoso historiador britânico Arnold Toynbee (1889-1975) estava certo quando disse: "As nações estão prontas para entregarem os reinos do mundo a qualquer homem que nos ofereça uma solução para os problemas do mundo". O primeiro presidente da Assembléia Geral da ONU, Paul-Henri Spaak, que também foi primeiro-ministro da Bélgica e um dos primeiros planejadores do Mercado Comum Europeu, bem como secretário-geral da OTAN, declarou: "Nós não queremos mais um comitê; já temos comitês que cheguem. O que queremos é um homem de influência suficiente para conseguir que todos os povos se aliem e nos tire do atoleiro econômico em que estamos nos afundando. Mandem-nos esse homem, e seja ele Deus ou o diabo, nós o receberemos."

 

A Nova Ordem Mundial

 

Cada vez se ouve mais sobre a "Nova Ordem Mundial" ou "comunidade global". O presidente George Bush tornou popular o termo quando, num discurso durante a Guerra do Golfo disse ao congresso americano: "Encontramo-nos hoje num momento ímpar e extraordinário (…) Destes períodos atribulados pode emergir uma Nova Ordem Mundial (…) Hoje esta Nova Ordem Mundial luta para nascer."

 

O acordo de paz em Jerusalém

 

Ao que parece, esse futuro líder mundial vai subir ao poder numa onda global de euforia, ao entrar em cena para temporariamente salvar o mundo das suas dificuldades econômicas, militares e políticas desesperadoras. Como o próprio satanás, que freqüentemente aparece como um anjo de luz, esse homem vai enganar a maioria do mundo e levar as pessoas a pensar que ele é um grande homem de paz, um herói. O profeta Daniel escreveu sobre o Anticristo: "Por causa da tranqüilidade destruirá a muitos" e "ele virá caladamente, e tomará o reino com engano" (Daniel 8:25; 11:21; RC).

 

A Bíblia indica que um acordo inovador, ou "aliança", de 7 anos, será de suma importância para lhe garantir a liderança do mundo. Este pacto resolverá temporariamente a crise no Oriente Médio, conseguindo com que os judeus e os árabes entrem num acordo a respeito de Jerusalém e dos lugares sagrados. Um ponto focal será o Monte Moriá em Jerusalém, lugar sagrado para os judeus (o templo judeu estava lá antes de ser destruído pelos romanos em 70 D.C.), e sagrado para os muçulmanos (o seu santuário mais sagrado na cidade, a mesquita da Cúpula da Rocha, hoje se encontra lá). As Sagradas Escrituras indicam que a aliança do Anticristo permitirá aos judeus reconstruírem o seu templo, onde voltarão aos antigos rituais de sacrifício animal (ver Daniel 8:23-25; 9:27; 2 Tessalonicenses 2:1-4).

 

A Rússia entra em cena

 

O profeta Ezequiel chama o Anticristo de "Gogue, da terra de Magogue, o príncipe de Meseque " (Ezequiel 38:2). Estudiosos concordam que a antiga terra conhecida como Magogue é hoje uma potência ou uma poderosa região ao norte de Israel. Acredita-se que "Meseque" se refere ao povo russo. Por esses motivos, a maioria dos estudiosos da Bíblia acredita que o Anticristo vai se levantar do caos em que se encontra a ex-União Soviética hoje.

 

As Escrituras apontam para as principais nações da Europa, indicando que estas serão elementos chave no governo mundial do Anticristo, e cujos líderes vão apoiá-lo totalmente. "Estes têm um mesmo intento, e entregarão o seu poder e autoridade à besta" (Apocalipse 17:13).

 

Um salvador que azedou

 

Embora, a princípio, a maior parte do mundo vá receber a besta como um salvador político, três anos e meio depois do início da aliança de sete anos, ele vai revogar o pacto de paz e mostrar as suas verdadeiras intenções. Ele então invadirá Israel e estabelecerá em Jerusalém a sua capital mundial.

 

Além disso, banirá todas as religiões, exceto a adoração a si mesmo e a uma imagem dele, que de alguma forma receberá poder para falar e "fazer que sejam mortos todos os que não a adorarem" (Apocalipse 13:14 - 15). Jesus disse que quando virmos essa imagem, a "abominação da desolação no lugar santo [templo] … então haverá grande aflição [tribulação] como nunca houve desde o princípio do mundo" (Mateus 24:15,21). Será um período de cruel repressão e perseguição -- por parte da besta e seu regime -- contra os que acreditam em Deus. (Ver também Daniel 7:21,25; 8:23-24; 11:31-35; 12:10; Apocalipse 13:5-7.) É nessa ocasião que o Anticristo porá em vigor o seu infame sistema de crédito mundial, o "666".